All posts by adminetech

15 Abr 2016

15 mil empregos no domínio das TIC previstos até 2020

logo_cped2

A CPED – Coligação Portuguesa para a Empregabilidade Digital estima em 15 mil o número de empregos a criar no domínio das TIC até 2020, em território português.

Segundo dados da Comissão Europeia, Portugal está na cauda da Europa no que toca à literacia digital – tem um valor inferior a 2,5% dos trabalhadores em TIC, uma situação partilhada apenas pela Roménia, Lituânia e Grécia, e muito distante da média da UE27 (3,7%); no topo do desempenho estão Finlândia, Suécia, Malta, Eslováquia e Reino Unido, onde o peso dos trabalhadores em funções TIC supera os 5%.

Para elevar os números nacionais, a CPED – Coligação Portuguesa para a Empregabilidade Digital estima em 15 mil o número de empregos a criar no domínio das TIC até 2020, em território português, criando as condições para que tal suceda.

O âmbito de intervenção desta estratégia vai desde a intervenção no 1º ciclo do ensino básico, até jovens que frequentem o ensino universitário e politécnico, quer ainda na requalificação de jovens e adultos licenciados em situação de desemprego ou empregos indiferenciados.

Entre os parceiros da CPED nesta missão está a E-CODE {escola de programação}, uma marca do grupo EDUGEP, sediado em Setúbal, direcionada para a formação na área da informática e programação.

Como membro da Coligação Portuguesa para a Empregabilidade Digital, a E-CODE enquadra-se na Estratégia e Plano de Ação para a Empregabilidade Digital, e é neste momento uma das entidades responsáveis pela dinamização de um projeto piloto da Direção-Geral da Educação na Programação no 1º ciclo, desenvolvendo atividades de enriquecimento curricular, no ensino da Programação e Robótica em entidades públicas e privadas.

inic_program

Num balanço sobre o projeto piloto, Tiago Oliveira, project manager da E-CODE distingue a importância do mesmo:

“ao ensinar as crianças a programar não estamos apenas a dar-lhes uma introdução ao mundo da computação, estamos acima de tudo a dar-lhes ferramentas essenciais a que vão recorrer constantemente em etapas futuras da sua aprendizagem”.

Acerca da participação da E-CODE na Coligação Portuguesa para a Empregabilidade Digital, Tiago Oliveira destaca:

“enquanto veículo de formação e criação de emprego, as TIC estão cada vez mais presentes na nossa vida, e a tendência é que essa presença aumente – são 15 mil empregos até 2020. Estar presente num projeto piloto de dimensão nacional na área da educação é tão gratificante quanto desafiante, sobretudo quando os resultados estão a corresponder às expectativas geradas”.

Tendo como áreas de ação geográfica as regiões de Setúbal e Alentejo, o protocolo que assinou em 2015 com a CPED permite à E-CODE assumir as responsabilidades que lhe pertencem no processo de promoção à literacia digital.